Defesa antiaérea responde a ataque de mísseis israelitas disparados

Damasco - A Síria anunciou hoje que respondeu a um ataque de mísseis disparados desde o planalto do Golã ocupado por Israel e dirigido contra Damasco, mas sem confirmar a existência de eventuais vítimas., "As nossas defesas antiaéreas...

Defesa antiaérea responde a ataque de mísseis israelitas disparados

Damasco - A Síria anunciou hoje que respondeu a um ataque de mísseis disparados desde o planalto do Golã ocupado por Israel e dirigido contra Damasco, mas sem confirmar a existência de eventuais vítimas.,

"As nossas defesas antiaéreas estão a responder a uma bateria de mísseis hostis provenientes do Golã ocupado por Israel", informou a agência estatal SANA.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) indicou que foram registadas várias explosões em áreas da capital e dos arredores na sequência de um bombardeamento contra redutos das milícias iranianas nas proximidades do aeroporto de Damasco.

As defesas antiaéreas responderam em direcção a vários objectivos, acrescentou a agência SANA.

A 14 de Fevereiro, segundo o OSDH, um ataque com mísseis disparados por Israel, que caíram nos arredores do aeroporto de Damasco, provocou a morte de sete pessoas, incluindo quatro oficiais iranianos.

Estes ataques têm-se intensificado nos últimos meses. A 06 de Fevereiro, um outro bombardeamento matou pelos menos 23 milicianos pró-iranianos e membros das tropas sírias, segundo a mesma ONG.

Em Novembro, num ataque selectivo em Damasco também atribuído a Israel, que não confirmou a operação, foi morto o líder do braço armado da Jihad Islâmica, Akram al-Ajouri.

As autoridades israelitas consideram o Irão o seu principal inimigo, e a República islâmica iraniana mantêm-se um dos principais aliados do Governo sírio do Presidente Bashar al-Assad.

Damasco tem solicitado por inúmeras vezes à ONU que adopte medidas concretas para dissuadir Israel de atacar o seu território.

,